binhodestaque

Jovens Monitores Culturais recebem Binho para debater literatura e saraus na periferia

Além do bate-papo, o articulador cultural recitou poemas em sarau promovido durante a formação

Na formação específica da segunda-feira (29/09), os Jovens Monitores Culturais das Bibliotecas receberam o poeta Binho, que há anos organiza o “Sarau do Binho”, antes na região do Campo Limpo, agora no Espaço Clariô de Teatro, em Taboão da Serra. O sarau reúne poetas, cantores, músicos, atores e outros artistas populares e da periferia.

Durante o encontro com os Jovens Monitores, Binho partiu da exibição do vídeo “Curta Saraus”, que mostra a experiência de três saraus na periferia: Cooperifa, Sarau do Binho e Elo da Corrente. Ele tratou de temas como a dessacralização da biblioteca e do livro e relatou experiências como a Expedição Donde Miras, promovida por um grupo de artistas que percorre diversas cidades da América Latina descobrindo, promovendo e divulgando a cultura e memória desses locais.

Outras duas experiências relatadas foram a “Bicicloteca”, uma bicicleta adaptada que percorre o bairro do Campo Limpo emprestando livros nas ruas e nas casas dos moradores, e a “Brechoteca”, espaço de um brechó que virou biblioteca, emprestando livros e realizando atividades, rompendo assim com a lógica burocratizada das bibliotecas formais.

No final da atividade, Binho e os artistas que o acompanharam fizeram um pequeno sarau com os jovens, recitando poesias e cantando.

Foto de destaque: Keoni Cabral