Programa Jovem Monitor/a Cultural lança laboratório cultural em São Paulo

LabCult tem como objetivo promover a experimentação no campo da cultura para jovens que atuam nos equipamentos municipais

pablo-1

Por Letícia Vieira 

Abraçar a diversidade cultural que uma cidade como São Paulo oferece não é tarefa simples. Esse é o desafio do LabCult – Laboratório de experimentações culturais de São Paulo, que tem como objetivo encorajar jovens a transformarem suas realidades colocando-os como protagonistas de suas próprias histórias e ações culturais.

A iniciativa faz parte do Programa Jovem Monitor/a Cultural, programa de formação e experimentação profissional em gestão cultural realizado para as juventudes pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo em convênio com a Ação Educativa.

No LabCult SP são trabalhadas todas as etapas da criação, programação e execução de ações culturais. O protagonismo, a empatia, a criatividade e o trabalho em equipe são elementos centrais deste projeto que busca envolver jovens de diferentes regiões da cidade e no engajamento e atuação cultural.

Para abranger vários aspectos da cultura nacional e demandas locais, os/as jovens estão divididos em sete grupos. Os temas abordados são: gênero e feminismo; música; raça e culturas regionais; expressões artísticas; poesia e literatura; LGBTTI e cartografia social. Além disso, há um grupo, integrado pelos jovens, que garante a comunicação e articulação interna e externa das ações culturais.

Ao longo de dois meses cada grupo estará envolvido num projeto. Para a coordenadora pedagógica, Claúdia Soares, o mais importante é que cada jovem passe pelo processo de formação. “Não estamos focados num produto final, mas no que cada grupo pode construir conjuntamente”.

Ao final desse processo, em novembro, cada grupo apresentará em linguagens diferentes o que resultou de seus encontros e discussões. Larissa Vieira, que é jovem monitora no Museu da Cidade, essa tem sido a oportunidade de experimentar um projeto do zero. “Geralmente a gente participa de algo que já está pronto e só precisa finalizar. Ver o processo do zero, você tem a oportunidade de passar por todas as etapas e perceber que tem muito caminho chegar até o final”.

Para acompanhar o LabCult, curta nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *